O paradoxo da cultura de massas: democracia em crise e censura disfarçada

André Chaves de Melo Silva

Resumo


O artigo analisa os recentes sintomas de uma possível crise mundial da democracia contemporânea, centralizando seu foco na guerra de informação iniciada a partir do atentado do 11 de setembro e das tentativas de diminuir a autonomia da atuação da imprensa e da justiça. Para isso, analisa a criação e uso dos cinejornais pelo Estado Novo enquanto instrumentos disseminadores das idéias e valores voltados para a criação de uma nova identidade nacional, adequada aos interesses do governo, procurando ilustrar porque o controle da mídia, especialmente da eletrônica, é considerado vital pelos que têm interesse em restringir as liberdades democráticas.

Palavras-chave


democracia; crise democrática; indústria cultural; cinejornais; censura; controle da imprensa e da justiça

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Revista Brasileira de Direito Constitucional - RBDC
ISSN: 1678-9547 (impressa) - 1983-2303 (eletrônica)
Escola Superior de Direito Constitucional - ESDC