Democracia y Desigualdad. Una visión constitucional

Daniel Alberto Sabsay

Resumo


A proposta deste artigo é apresentar, criticamente, as distintas etapas da construção do Estado de Direito, para, em seguida, revisitar a lei fundamental argentina, particularmente depois da reforma constitucional de 94, com vistas a apreender os avanços constitucionais, materializados em ações que promovam o desenvolvimento humano. Este desenvolvimento, resultante de novos direitos sociais, vem cunhar-se nas novas demandas da atualidade, em oposição aos resultados do modelo globalizado, alicerçadas no nascimento da noção de desenvolvimento sustentável. Sobre essas bases vislumbra-se a possibilidade de ser fundada a democracia, que requererá, em contrapartida, uma governabilidade na qual estejam presentes, de maneira equilibrada, a liberdade, a igualdade e a eqüidade, princípios garantidores de uma qualidade de vida digna para as gerações presentes e futuras.

Palavras-chave


Estado de direito; constitucionalismo; desenvolvimento sustentável; democracia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Revista Brasileira de Direito Constitucional - RBDC
ISSN: 1678-9547 (impressa) - 1983-2303 (eletrônica)
Escola Superior de Direito Constitucional - ESDC