A idéia de Constituição entre a literatura, botânica e geometria. Ou seja: seis diversas concepções "geométricas" da "árvore" da Constituição e uma única, idêntica "cláusula de Ulisses".

Antonino Spadaro

Resumo


Por mais que possa parecer estranho, existem importantes nexos entre o direito constitucional e... A geometria, a literatura e até mesmo a botânica. De fato, é possível imaginar – graças ao auxilio de modelos geométricos – pelo menos 6 diferentes concepções da Constituição, 4 otimísticas (democrático-piramidal, reticular, de círculos concêntricos, estelar) e duas pessimísticas (hierárquico-piramidal e centrífugo-niilista). Da Literatura é possível conseguir a imagem da c. d. cláusula de Ulisses, metáfora excepcional da autolimitação “constitucional” do poder soberano. Finalmente o Estado Constitucional pode ser comparado com sucesso a uma planta-árvore, que nasce, vive e morre. Os exemplos apresentados e a perspectiva interdisciplinar adotada auxiliam na compreensão da natureza profunda do moderno Estado Constitucional. Tradução: Juliana Salvetti.


Palavras-chave


estado constitucional

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Revista Brasileira de Direito Constitucional - RBDC
ISSN: 1678-9547 (impressa) - 1983-2303 (eletrônica)
Escola Superior de Direito Constitucional - ESDC