Violência (verbete)

Luiz Sergio Modesto

Resumo


Violência. Este verbete dá continuidade à série do autor iniciada com Civilidade na Revista Brasileira de Direito Constitucional. A série exporá a terminologia da pesquisa contemporânea aplicada implicando signos partilhados por várias disciplinas dialetais ou científicas nas áreas das Ciências Humanas (Antropologia, Filosofia, Sociologia, Ciência Política) e das Ciências Sociais Aplicadas (Administração, Ciência da Informação, Comunicação, Nomogogia das espécies latina lex, anglo case law, han [fa - modelo]), buscando quantificar fenomenologicamente seus objetos ou referentes, se possíveis, prováveis ou previsíveis de observação, experimento e verificação.
Empregando cortes cognológicos pontuais da Teoria do Conhecimento sobre as semioses (ações sígnicas) de tais verbetes, o autor superporá o método complexo físico-semiótico (1) da Semioselogia, includente da fenomenologia Física (Heisenberg, Bohr, Lao Tzy), da Signologia (Peirce), e do Instrumento Operacional da Progmática (Modesto), em (2) sintaxes casuais com modelos experimentais descritivos e científicos sensu stricto, para concluir por sua instrumentalidade trivial, dialetal ou científica.
O presente verbete descreve a duplicidade de objetos experimentais do signo violência no conhecimento trivial contaminando o dialeto legista no conhecimento dialetal por injunção política do mando nomogógico da espécie lex, partilhado e reiterado por decisão na mediação sentenciosa de conflitos.


Palavras-chave


acato; força física; mando coativo; política; pré-civilidade; vontade ativa; vontade passiva

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Revista Brasileira de Direito Constitucional - RBDC
ISSN: 1678-9547 (impressa) - 1983-2303 (eletrônica)
Escola Superior de Direito Constitucional - ESDC